Modos de narrar: 1ª pessoa ou 3ª pessoa?

Por: Haruka Lanovishin Lembramos, antes de tudo, que não existem regras para se escrever fanfictions, existem os padrões das l...


Por: Haruka Lanovishin



Lembramos, antes de tudo, que não existem regras para se escrever fanfictions, existem os padrões das línguas (língua portuguesa, língua inglesa e etc.) e conceitos entre escritores mais experientes (como a estruturação, o desenvolvimento dos personagens e outros). Se escrever é expor o que pensamos e imaginamos, então que façamo-lo do modo como acharmos melhor, mas se esforçar um pouco em prol de quem lê não machuca e nem arranca pedaços, certo?

Pois bem, entremos no assunto de hoje, que é, nada mais nada menos que: escrevo a minha história em 1ª ou em 3ª pessoa?

Essa é um pergunta que muitos de nós nos fazemos ao iniciar um texto narrativo, e podemos afirmar que não há um modo exato, quando usar uma pessoa ou a outra ou quando não usá-la. O correto a se levar em conta é qual das duas pessoas é melhor para a história. Tanto em 1ª pessoa quanto em 3ª pessoa a trama pode fluir normalmente, mas existem suas diferenças, que explicarei mais embaixo.

O primeiro passo quando chegamos nesta etapa – ou seja, onde decidir em qual pessoa a história se desenrolará – é pensar: como eu quero que os fatos ocorram? O quanto do suspense pode ser revelado conforme o desenrolar da história? Como serão os personagens, como eles irão interagir? E, principalmente: como eu quero que seja a narração?

Vamos começar com um exemplo:

"Eu corria desesperadamente, olhava para trás a todo o momento para tentar ver se ele estava muito perto. Podia ouvir o barulho de seus passos rápidos logo atrás de mim e o som de sua respiração afoita pela corrida, mas o que prevalecia era o som das batidas do meu coração disparado. Disparado pelo esforço da corrida, pelo medo, pelo receio de ser pega, pelo desespero…"


A narração em primeira pessoa sempre dará ênfase aos sentimentos do personagem, porque ele é quem conta os fatos. Há drama, há sentimentalismo, há emoções. Uma adolescente apaixonada narrando sua história de amor a encheria de paixão, de rebeldia, principalmente de sentimentos negativos em relação a si mesma e à correspondência do seu amor, pois o texto sofre a influência dos sentimentos do personagem, devido a narração estar sob o seu ponto de vista.

Já a 3ª pessoa narrando seria algo mais "distante":

"Ela corria desesperadamente, olhava para trás a todo o momento para tentar ver se ele estava muito perto. Ela podia ouvir o barulho dos passos rápidos atrás de si e o som da respiração afoita dele pela corrida, mas o que prevalecia era o som das batidas de seu coração disparado de medo, de receio e de desespero."


O narrador não participa da história, ele vê e sabe de tudo. Ele tem uma visão ampla dos fatos. Isso não acontece na narração em primeira pessoa.

Então, como eu sei quando usar um ou quando usar o outro?


Vamos ressaltar que o que você escolher será o que você usará o tempo inteiro na história. Não fique trocando as pessoas do discurso só porque, usando o que você escolheu, não dá para colocar uma cena ou outra. O desafio é encaixar as cenas no enredo dentro da narração escolhida. Ficar trocando a pessoa que narra apenas deixará os leitores confusos, fora que os mais experientes ou irão comentar que é incômodo ou deixarão de ler, e ninguém quer perder leitores por causa de um detalhe tão pequeno, não?



Agora vamos tentar demonstrar mais algumas diferenças entre uma narração e a outra em algumas situações:


Saber o que acontece em outros lugares:

Se narramos em primeira pessoa, não tem como nós sabermos o que o nosso namorado, por exemplo, está fazendo em sua casa quando estamos na nossa. Nosso personagem também não sabe. Não tem como saber o que acontece no Norte estando no Sul, só se alguém contar ao personagem ou ele descobrir de algum modo, mas devemos nos lembrar de que: se a narração está na 1ª pessoa, e é o personagem quem narra, então o narrador não sabe tudo o que acontece.

Já na 3ª pessoa, não, além de o narrador saber tudo o que acontece, ainda pode revelar o que acontece em outros lugares sem que seja necessária a presença do personagem principal.


Comentar o que acontece em outros lugares:

Em primeira pessoa, se o personagem está em sua casa, narrando o que está assistindo na televisão, como é que ele sabe o que acontece no colégio onde estuda naquele exato momento em que ele está em casa? Simples, o personagem não sabe. Saberá quando alguém lhe contar, claro, mas, a menos que ele tenha poderes psíquicos que o fazem saber tudo o que acontece no mundo enquanto está no Havaí, ele não sabe, e ficará sem saber.

Para que ele possa comentar sobre outros lugares, a solução é fazer com que ele descubra de algum modo, e como ele descobrirá é o desafio de se escrever em 1ª pessoa.


Saber o que o outro personagem pensa:

Assim como não somos capazes de saber o que as outras pessoas pensam, nosso personagem também não (só se ele tiver poderes como os X-men, se não, é melhor desistirmos da ideia). Vamos nos lembrar de que o limite para a narração em primeira pessoa é narrar baseado no personagem, no que ele sente, pensa, sabe.

Fazer suposições é diferente de saber o que a pessoa pensa: "Eu acho que ela está falando mal de mim." "Conhecendo-a como a conheço, sei que ela está falando de mim." "Ela definitivamente está falando de mim." O último exemplo passa uma sensação de que o personagem não pode afirmar com toda a certeza que é dela que estão falando, e é essa certeza que a narração em 3ª pessoa tem, mas a narração em 1ª pessoa, não.



É isso, pessoal, há outros exemplos, mas seria necessário muitas páginas para comentar sobre todos. O jeito mais fácil é se perguntar: é viável que essa condição, pensamento, narração, cena e etc. aconteça na narração em 1ª pessoa sem a ajuda de poderes sobrenaturais ou psíquicos? Basta analisar de modo mais realista, tornando seu personagem o mais humanizado possível, afinal, escrever sobre fantasia é legal, mas existem coisas que podem forçar a barra, principalmente se a sua história não for em um mundo de magias e essas coisas sobrenaturais, mágicas ou ninjas.



Páginas de pesquisa:


******
Haruka Lanovishin mora ali na esquina da perdida com a instável, procure-a por lá. Cursando administração, se distrai om seu vários blogs e seus quilos de histórias. Não passa de uma garota boba procurando uma resposta para suas dúvidas.

Artigos relacionados

42 comentários

  1. Respostas
    1. É um assunto muito polêmico Maryana.

      A maioria dos betas desaconselha o uso, principalmente quando eles vem acompanhados dos "marcadores".
      Particularmente, eu não apenas leio histórias que tem POV, como escrevo também. Acredito não ser totalmente errado, principalmente se considerarmos livros incríveis publicados que utilizam dessa forma narrativa, exemplo, "Game of thrones".
      O que não podemos fazer é abusar desse recurso. Se for escrever em POV, escreva o capítulo inteiro com o mesmo personagem narrando, pois se você ficar mudando o personagem que narra duas coisas podem acontecer:
      1) O capítulo ficar confuso.
      2) Você ficar "chovendo no molhado", (ficar colocando os mesmo diálogos e acontecimentos, mas agora na "cabeça" de outro personagem).
      Outro ponto importante é: POV não te dão o direito de mudar a narrativa. Se é POV você escreverá as ações daquele personagem, geralmente em primeira pessoa. Nada de usar a carta coringa "Ponto de vista do Narrador", isso é mudar para terceira pessoa, e como vimos acima, não pode, rs.

      Annye - Beta reader da LdB.

      Excluir
  2. Toda vez que vou escrever, automaticamente já começo pela primeira pessoa. Escrevo muito melhor desse jeito. Não me sinto muito bem quando o assunto é terceira pessoa. Por isso, acho incrível quando as pessoas tem uma história maravilhosa narrada em terceira. Mas achei interessante as questões que levantaram. Gostei bastante, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Ah, admiro muito quem tem o dom de escrever em 3ª pessoa, mas pelo que entendi, é mais fácil que em 1ª. Enfim, cada um escreve como pode/acha melhor. Obrigado pelas dicas ;)

    ResponderExcluir
  4. UM grande mestre da narração em primeira pessoa é machado de assis.Quem quiser aprender mais ou conhecer e entender melhor essse tipo de narrativa deveria ler os contos dele.O crotiço eu recomendo para quem quiser entender melhor terceira pessoa pois o narrador onisciente é marcante e por que pode cair no ENEM ;)

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa interessante da narração em primeira pessoa e que é parcamente explorada é a tendenciosidade do narrador.Básicamente o narrador não é confiável exp :bentinho em dom casmurro.

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, muito interessante *-*
    Mas outra questão muito frequente é o uso do tempo verbal..
    Do tipo: "Eu fiz." ou "Eu estava fazendo."
    Não sei se têm um post do tipo, mas se não tiverem seria um bom tema pra discutir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste!
      Vou anotar aqui essa ideia, por isso fica atenta, que dentro em breve podemos ter o post sobre isso.

      Beijos

      Excluir
  7. eu ja sou ao contrario em terceira pessoa é cem vezes mais facil do que em primeira, talvez porque me sinto livre em expressar o que os utros personagens sentem em relação a tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, eu também escrevo bem melhor em terceira pessoa, pra mim a primeira me deixa desconfortável

      Excluir
    2. Escrevo melhor em primeira. Mas minha fic Camren é assim: os primeiros acontecimentos foram em terceira, mas quando a fanfic começou de verdade, avisei aos leitores (nas notas, claro) que a partir de lá seria primeira pessoa.

      Excluir
  8. Meu maior problema nem é descrição ou mesmo primeira ou terceira pessoa, meu maior problema esta sendo dar continuidade na primeira palavra, ta tenso ja apaguei duas mil vezes e não consigo achar o inicio apropriado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vais ver que vais conseguir, só tens que continuar a praticar :)

      Excluir
  9. Tipo, eu acho estranho escrever em primeira pessoa se não for passado. Desculpa, mas eu não penso "estou correndo pela mata". Eu simplesmente corro. Então, ao menos em minha opinião, só seria legal escrever: "eu corria pela mata", sendo o narrador contando sobre seu passado (tipo Machado de Assis). Fica mais realístico...

    ResponderExcluir
  10. Aproveitando o gancho do último comentário, sobre o tempo verbal... E se no fim o personagem (1º pessoa) morre? Não existe a possibilidade de narrar a história em 1 pessoa não é? Afinal, o personagem já morreu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A não ser que ele esteja a narrar do céu, a história não pode continuar a ser narrada na primeira pessoa por essa personagem. Se se quiser fazer uma continuação, ou se narra do ponto de vista de outro personagem, ou narra-se na primeira pessoa.

      Excluir
  11. Ótimo texto! Eu acho muito mais fácil escrever em primeira pessoa, e também muito mais bonito, pelo texto ter mais complemento e sentimento por ser contada por alguém que estava ali, sentindo aquilo que conta. Mas eu também acho que, às vezes, escrever na primeira pessoa é complicado quando se tem muitos personagens na história. Mas eu infelizmente não escrevo bem na terceira pessoa, e por achar muito difícil admiro muito quem consegue escrever alguma história ou um texto que seja na terceira pessoa.

    ResponderExcluir
  12. Gostei do texto, mas com uma ressalva: exitem dois tipos de narração em terceira pessoa, não apenas um, como foi colocado no post. O primeiro é esse tradicional, com narrador onisciente. O segundo é um pouco mais próximo da primeira pessoa, onde o narrador sabe o mesmo que o protagonista (ou pouco mais do que isso). Exemplos desse último seriam As Crônicas de Gelo e Fogo, ou mesmo Harry Potter.

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto. Me ajudou muito.
    No meu caso, a minha primeira fic foi em 3ª pessoa, já as demais foram em 1ª, pois achei mais fácil. Só que tem um porém, agora eu necessito escrever uma fic em 3ª porque acho que fica mais adaptado o enredo da história, mas como faz tempo que não escrevo em 3ª perdi um pouco a manha, até consegui escrever 2 capítulos, só que não consigo dar continuidade. Então pessoal, por favor, me ajudem, me respondam, me deem uma ideia.

    Agrade desde já a quem me responder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei como te posso ajudar. Tentar ler livros ou fics narrados em terceira pessoa (Harry Potter, por exemplo) é o único conselho que te posso dar! De qualquer maneira, obrigada pelo comentário!

      Excluir
  14. Olá, gostaria de agradecer por esse post maravilhoso, pois me ajudou a decidir se irei narrar minha nova fanfic em 1 ou 3 pessoa.
    Bom, mas eu gostaria de saber em qual postagem tem uma tabela que ajuda dando dicas de "ações". Por exemplo: "- Olá, Ana!- cumprimentou. / Coaxar, gritar, esgueirar e etc. Entende? Estou precisando o quanto antes, mas não consigo achar :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Ficamos contentes por ter ajudado! Infelizmente, não sei de que post estás a falar, mas aviso se me lembrar. Tens a certeza que não viste noutro sítio?

      Excluir
  15. Muito útil o texto! Sempre dou preferência à 3ª pessoa, pois é o pessoa que mais me desenvolvo, não sei explicar. Tenho a impressão de que quando faço textos em primeira pessoa, sua qualidade decai de uma maneira que não gosto. Obrigada pelas dicas finais, elas muito me servirão. O jeito é ir treinando. Assim como treinei muito e somente a terceira pessoa, vai que se fizer isso com a primeira não vá resolver meu problema? *risos
    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente o que dizes!
      E o truque é sempre esse: treinar, treinar, treinar. :D

      Beijos

      Excluir
  16. muito obrigada isso me ajudou muito a atentder mais barosa que surgiu do nada na minha cabeça o problema é encontra-la

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho uma dúvida cruel, pretendo escrever uma Fanfic que contém o gênero Musical (Songfic).

    A personagem principal vai montar uma banda, eu queria saber como eu posso desenvolve-los no palco, tipo a melhor maneira de demonstrar eles no show cantando. A maior dúvida é nesta situação: a narração em primeira pessoa
    que da enfase no sentimento e movimento dos personagens.

    Como devo estruturar?

    Coloco só a letra da canção e quem está cantando? Do enfase nos movimentos dos personagens enquanto eles estão cantando e interagindo entre eles e com o público?

    Se puder responder esta dúvida minha, ficarei agradecido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Infelizmente, eu não sou capaz de te responder à tua pergunta visto que não conheço o texto em questão e tudo depende da narração, dos personagens, do enredo, etc. O melhor é perguntares a alguém que conheça a tua história.

      Excluir
  18. Adorei o texto, mas ele me deixou em dúvida sobre qual escolher. A história que estou escrevendo é de zumbis e é em primeira pessoa, porque eu gosto de explorar como o personagem principal pensa e se sente no meio do apocalipse. Mas terceira pessoa se encaixa melhor em alguns momentos, já que permite mostrar como os outros personagens estão, mesmo que com menos ênfase. Será que é possível explorar vários personagens em primeira pessoa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alternar entre POVs (abreviação inglesa para "ponto de vista") é sempre uma opção, sim. Os maiores cuidados a ter é que eles sejam pertinentes e que não haja a narração de demasiadas personagens ou alterações muito seguidas, visto que isso pode tonar a história muito confusa. :)

      Excluir
  19. Eu preciso de ajuda! Estou fazendo um Romance em primeira pessoa e eu queria focar em outros personagens além da personagem principal, mas como é tudo em primeira pessoa, isso me complica. Por exemplo, eu quero focar no irmão dela, as relações que ele tem com outras pessoas e não com a protagonista, mas nem por isso eu quero que a irmã dele (a pessoa que narra) saiba. Não sei deu pra entender, me da umas dicas sobre isso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! A minha melhor sugestão é alternares a o POV da narração: narram ele e ela à vez. Assim, podes continuar na primeira pessoa, mas o outro não sabe o que se passa :)

      Excluir
  20. muito obrigado! estou querendo publicar uma fanfic na categoria fantasia do wattpad, e creio que em 3° pessoa fique melhor, já que eu não gosto de aperfeiçoar tanto os sentimentos dos personagens, sou mais ligada nos acontecimentos da história. Mais uma vez obrigada <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada! Ainda bem que te pudemos ajudar! :D Boa sorte!

      Excluir
  21. Para escrever em primeira pessoa temos que narrar sempre o passado? Estou escrevendo um conto em primeira pessoa, no entanto o tempo verbal é o presente, a personagem narra o que acontece agora, mas já na quarta pagina estou com dificuldade de conectar os acontecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey! É um bocado difícil de te ajudar sem estar a acompanhar a história. Posso-te dizer que não é necessário narrar sempre no passado, mas se narrar no presente não está a resultar para ti, o melhor talvez seria arranjares um beta ou pensares em escrever de outra maneira. Boa sorte!

      Excluir
  22. Quero narrar a história em terceira pessoa, mas como vou adicionar os diálogos entre os personagens? (são 3 personagens interligados, um casal e um melhor amigo)

    - Enquanto bruno se deliciava no terceiro pedaço de bolo coco, imaginando que seu dia seria bem monótono e chato, uma segunda feira verdadeiramente desnecessária, bufou sabendo que nada adiantaria reclamar, comer, seria melhor

    - Maria terminava por arrumar a cama e ajeitar suas coisas para o dia inteiro de trabalho que teria, ao terminar e sai do quarto em direção a cozinha, encontrando o namorado, não evitou o sorriso ao ver o amado com a boca toda suja com migalhas do bolo, não deixaria passar essa...

    [Aqui é necessário que eles conversem, não é? Ou ainda preciso ler mais um pouco sobre escrever em terceira pessoa?]

    - Bruno sentiu uma necessidade de conversar com o amigo, contar como o relacionamento estava bom e indo cada vez mais para algo mais sério, pegou o celular e digitou [ o que eu coloco aqui? Aspas para indicar as mensagens trocadas no celular ou só narro ? Ou ao invés de mensagens ele resolve ligar?

    - Adriano se assustou com o barulho do celular tocando na mesa de centro em casa, pois ficou distraído e envolvido demais com o jogo de futebol na TV

    [Minha história vai ficar muito confusa?]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Estou a ter alguma dificuldade em ajudar-te tendo como exemplo apenas os excertos que me deste. O que eu te aconselho a fazer é a leres livros escritos na 3ª pessoa que têm bastante diálogo, como a saga Harry Potter, e a arranjares um beta.
      Espero ter ajudado.

      Excluir

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.